Casinha de cachorro: Como escolher a melhor opção para seu peludo!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Todo mundo precisa de um lugar para chamar de seu, inclusive os cachorros!  Os cães têm a necessidade de se sentirem acolhidos e seguros, por serem territorialistas, gostam de ter o seu próprio espaço! Grandes ou pequenas, de madeira, plástico ou tecido, o que importa é encontrar a casinha de cachorro perfeita para que eles estejam confortáveis, relaxados e de preferência, sempre à disposição!

Mesmo que durmam dentro de casa, ainda assim é importante ter um lugar exclusivo para que eles possam se sentirem seguros, escolha a casinha com o tamanho ideal, boa qualidade para que dure por muito tempo.

Como escolher a melhor casinha para cachorro?

O mais importante ao adquirir uma casinha é priorizar o porte do cão, sempre levando em consideração o tamanho do que a estética, nem sempre o mais bonito é o mais confortável!

A casinha precisa ter espaço suficiente para que o seu pet consiga consiga fazer diferentes posições como: entrar, sair, virar e ficar sentado sem nenhuma dificuldade. Entretanto, não exagere no tamanho, afinal, estamos procurando um local para que seu cão se sinta acolhido e confortável, caso a casinha seja muito grande, o seu bichinho pode se sentir receoso e não aproveitar sua nova instalação.

Cuide da temperatura! A escolha do material interfere diretamente na temperatura da casinha, ela não pode ser muito quente e nem muito fria, vamos falar mais sobre isso logo a seguir.

Antes da compra, faça o teste do tamanho e leve seu pet para experimentar a nova casinha, alguns pet shop aceitam seu pet experimente a nova casinha antes mesmo da compra.



Escolha bem onde vai colocar a casinha

Outro ponto importante é o local da casinha, essa questão impacta também na escolha do material da casinha para seu cachorro! Caso opte por colocá-la na área externa da casa, é necessário que escolha um material resistente e que ofereça mais conforto térmico, as casinhas de madeira, por exemplo, muitos acham que foram feitas para ficar do lado de fora da casa, entretanto, é necessário que fique em um lugar coberto e longe da chuva!

Do contrário, caso escolha colocar dentro de casa, o material pode ser inferior ao anterior, como de tecido, por exemplo! Dentro ou fora, o ideal é que seja em um lugar silencioso, sem passagem de veículos e sem passagem de pessoas a todo momento, o local deve ser livre de umidade e se possível, onde o sol ou correntes de ventos não passem.

Veja a seguir quais os tipos diferentes de casinhas para cachorro e compare os materiais!


Escolha o material adequado




Casinha para cachorro de madeira: Proporciona maior proteção

Essa casinha é o modelo mais tradicional e recomendada para cães que gostam de ficar ao ar livre, quintais ou em locais cobertos, também recomendada para lugares mais frios pois, esse modelo possui um bom isolante térmico e por ser feito de madeira, também proporciona um maior frescor em dias quentes.

Escolha uma casinha que tenha o teto inclinado e que não toque diretamente ao chão, assim evita a entrada de água em dias de chuva. A casinha é bastante indicada para pets de porte grande por ter um material apreciado por sua durabilidade e resistência a grandes impactos.

Pontos positivos:
1. Se feita com materiais resistentes, a durabilidade é maior;
2. Excelente capacidade térmica (não esfria ou esquenta demais);
3. Todos os cães podem utilizar.

Pontos negativos:
1. A madeira absorve umidade e por isso apodrece mais facilmente, uma dica é escolher modelos mais resistentes de peroba, ipê ou envernizados;

2. Dificuldade de higienização;
3. Preço mais alto que os outros materiais.



Casinha de cachorro de tecido – Conforto, beleza e praticidade!

Excelente opção para cães de pequeno porte e que costumam ficar dentro de casa, além de bonita ela é mais confortável e quentinha que os demais tipos de casinhas.

Entretanto, essa casa é uma das mais frágeis por serem feitas de pano, então, nada de mordidas ou mantê-las fora de casa, no quintal ou ao ar livre, elas foram feitas para ficarem no interior longe da umidade, inclusive muitas delas acompanham um designer sotifisticado com inúmeras opções para combinar com a sua casa!

Pontos positivos:

1. Mais conforto e beleza;

2. Portátil e lavável;

3. Pode utilizá-la também como caminha.


Pontos negativos:
1. É o modelo mais frágil;
2. Poucos tamanhos disponíveis;
3. Não podem ficar fora de casa.



Casinha de cachorro de plástico – Para quem procura praticidade e fácil higienização.

O modelo mais prático, leve e fácil de limpar, diferente dos outros modelos, essa casinha pode ficar tanto do lado interno ou externo da casa, já que mantê-la em locais abertos não fará danos ao material, entretanto, é importante ter atenção a temperatura do local onde a casinha estará exposta.

Sua praticidade para limpeza é de longe a melhor e também pode ser transportada com mais facilidade, já que a maioria das casinhas de plástico costumam ser encaixadas, facilitando assim a montagem e desmontagem.

Pontos positivos:
1. Mais barata do mercado;
2. Pode ser portátil;
3. Higienização mais fácil.

Pontos negativos:
1. Possuem menor durabilidade;
2. Tendem a ser mais frias, principalmente se colocada em lugares externos e com contato direto ao piso;
3. Se exposta ao sol, a casinha absorve todo o calor. 

Período de adaptação a nova casinha.

Tenha paciência! É normal que nos primeiros contatos o cão estranhe seu novo lar, mas esse é o processo de adaptação. Deixe-o livre para cheirar e entrar quando quiser, o ideal é que seja algo natural e nada forçado!

Coloque seus pertences dentro da casinha para que ao passar do tempo o local fique cada vez mais comum para ele, aos poucos começará a entender que ali é seu território.

Lembre-se dos acessórios!


Bom, o primeiro passo já foi dado: A escolha da casinha! Agora chegou a hora de escolher quais acessórios o seu pet terá em seu lar, o objetivo é que a casa fique mais confortável e atraente para seu cachorro!

Os mais recomendados são: colchões ou almofadas, entretanto, você pode escolher uma casinha que se transforma em caminha, essa opção fica a seu critério.

Alguns brinquedos também são aceitos, mas não exagere na quantidade, coloque dentro da casinha somente o que for indispensável para que seu pet se sinta confortável. Opte por cobertores não tão peludos, o mais recomendado são mantas equivalentes ao tamanho do seu pet.

Gostou do nosso conteúdo? Fique por dentro e acompanhe mais dicas para cuidar dos seus pets

Veja também: